quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Danuza Leão incorpora Regina Duarte

.


Sonia Montenegro

Não tenho muito saco para discutir política com pessoas fúteis, que não entendem patavina de política, e não querem entender. Em geral, assistem ao Jornal televisivo do Holmer William Bonner e saem repetindo o que ouviram, sem nem mesmo entender. Questionar não faz parte do mundo deles, cujo verbo preferido é comprar. Mas a pedido de dois amigos, escrevi uma resposta a um texto cômico da Danuza Leão.

Dona Danuza, antes de qualquer coisa, vale a máxima popular: “A inveja é uma merda!!!

Nem ao menos alguma originalidade nesse texto de medo, porque como a senhora bem lembrou, a Regina Duarte já representou esse personagem antes...

Quem é a senhora? Irmã da Nara Leão, que não a suportava, certamente por não compartilhar da sua futilidade?

Mulher do Samuel Weiner, com quem se casou para ter o direito de se exibir nas “altas rodas”, dando asas ao seu narcisismo?

Bonitinha mas ordinária? Bonita a senhora nunca foi, mas para ser justa, devo dizer que perto da quantidade absurda de botox da sua atual aparência, a senhora era linda. Tive a infelicidade de vê-la pessoalmente há algum tempo, e pensei: como é que ela tem coragem de sair na rua com essa cara? Eu morri de medo!!!

Falta inteligência no seu texto, porque a senhora mesmo se denuncia. A senhora afirma que tem medo às avessas. Tem medo de barata, mas não tem de Leão. Tem medo de rato, mas não tem de urso. Tem medo da polícia mas não tem de assaltante, portanto, está coerente, a senhora tem medo da doce Dilma, mas não tem medo do Serra. Nada a estranhar. Tá tudo coerente.

Acho até que a senhora se arriscou, ao dizer que não tem medo de assaltantes, e que pelo contrário, “acho que vai dar para levar um lero”. Se essa matéria cai na mão de assaltantes, pode ser uma brilhante idéia!

A única coisa imperdoável para uma pessoa que escreve em um órgão de imprensa é a falta de informação. Como é que uma pessoa tem a cara-de-pau de escrever sobre assuntos que ignora?

Segue um texto dito LITERALMENTE pelo ex-Secretário da Receita Federal no governo de FHC, em entrevista a Bob Fernandes no Portal Terra, que aliás foi a repetição do que disse anteriormente à Mônica Waldvogel, no programa “Entre Aspas” da Globonews : “Se ocorreu o diálogo, ele tem duas qualificações: ou era algo muito grave ou algo banal. Se era banal deveria ser esquecido e não estar nas manchetes. Se era grave deveria ter sido denunciado e chegado às manchetes em dezembro, quando supostamente ocorreu o diálogo. Ninguém pode fazer juízo de conveniência ou oportunidade sobre matéria que pode ser qualificada como infração. Caso contrário, vai parecer oportunismo.”

Sorry periferia...

Sonia Montenegro.

............................................................

Morro de medo de Dilma Rousseff

Por Danuza Leão

VOU CONFESSAR: morro de medo de Dilma Rousseff. Não tenho muitos medos na vida, além dos clássicos: de barata, rato, cobra. Desses bichos tenho mais medo do que de um leão, um tigre ou um urso, mas de gente não costumo ter medo. Tomara que nunca me aconteça, mas se um dia for assaltada, acho que vai dar para levar um lero com os assaltantes (espero); não me apavora andar de noite sozinha na rua, não tenho medo algum das chamadas "autoridades", só um pouquinho da polícia, mas não muito.

Mas de Dilma não tenho medo; tenho pavor. Antes de ser candidata, nunca se viu a ministra dar um só sorriso, em nenhuma circunstância. Depois que começou a correr o Brasil com o presidente, apesar do seu grave problema de saúde, Dilma não para de rir, como se a vida tivesse se tornado um paraíso. Mas essa simpatia tardia não convenceu. Ela é dura mesmo.

Dilma personifica, para mim, aquele pai autoritário de quem os filhos morrem de medo, aquela diretora de escola que, quando se era chamada em seu gabinete, se ia quase fazendo pipi nas calças, de tanto medo. Não existe em Dilma um só traço de meiguice, doçura, ternura.

Ela tem filhos, deve ter gasto todo o seu estoque com eles, e não sobrou nem um pingo para o resto da humanidade. Não estou dizendo que ela seja uma pessoa má, pois não a conheço; mas quando ela levanta a sobrancelha, aponta o dedo e fala, com aquela voz de general da ditadura no quartel, é assustador.

E acho muito corajosa a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira, que está enfrentando a ministra afirmando que as duas tiveram o famoso encontro. Uma diz que sim, a outra diz que não, e não vamos esperar que os atuais funcionários do Palácio do Planalto contrariem o que seus superiores disserem que eles devem dizer. Sempre poderá surgir do nada um motorista ou um caseiro, mas não queria estar na pele da suave Lina Vieira.

A voz, o olhar e o dedo de Dilma, e a segurança com que ela vocifera suas verdades, são quase tão apavorantes quanto a voz e o olhar de Collor, quando ele é possuído.

Quando se está dizendo a verdade, ministra, não é preciso gritar; nem gritar nem apontar o dedo para ninguém. Isso só faz quem não está com a razão, é elementar.

Lembro de quando Regina Duarte foi para a televisão dizer que tinha medo de Lula; Regina foi criticada, sofreu com o PT encarnando em cima dela -e quando o PT resolve encarnar, sai de baixo. Não lembro exatamente de que Regina disse que tinha medo -nem se explicitou-, mas de uma maneira geral era medo de um possível governo Lula. Demorei um pouco para entender o quanto Regina tinha razão. Hoje estamos numa situação pior, e da qual vai ser difícil sair, pois o PT ocupou toda a máquina, como as tropas de um país que invade outro. Com Dilma seria igual ou pior, mas Deus é grande.

Minha única esperança, atualmente, é a entrada de Marina Silva na disputa eleitoral, para bagunçar a candidatura dos petistas. Eles não falaram em 20 anos? Então ainda faltam 13, ninguém merece.

Seja bem-vinda, Marina. Tem muito petista arrependido para votar em você e impedir que a mestra em doutorado, Dilma Rousseff, passe para o segundo turno.

[Nota PressAA: É isso aí, a esperança de Danuza Leão é que, em 2010, Marina Silva desempenhe o papel de Heloísa Helena sem histerismos, na tentativa de fazer emplacar o entreguista Serrassuga na Presidência da República. Vade retro!]


Sonia Montenegro, articulista das mais lúcidas que se pode encontrar na blogosfera política, é colaboradora da nossa Agência Assaz Atroz.

.

PressAA

.

4 comentários:

Servílio Gentil Lavapés disse...

Digo que copiei este post, de nossa querida DANOSA PRÁ LEÃO. OBRIGADO!http://ocorreiodaelite.blogspot.com/2009/09/danuza-leao-incorpora-regina-duarte-do.html

Glória disse...

A Danuza perdeu o juízo, é um dos artigos mais ridículos que já li... Aliás, a Folha de São Paulo desandou, como sou assinante UOL, costumo dar uma conferida todos os dias na Folha, sempre vou com a esperança que volte a Folha dos anos 80. Em vão. Já era.

DANIEL PEARL disse...

Companheiro precisamos do teu apoio:
O BLOG DA DILMA PODE SE TRANSFORMA EM UM LIVRO NA BIENAL 2009
O BLOG DA DILMA é o único blog de Esquerda que concorre ao melhor blog na categoria POLÍTICA no Concurso Prêmio BlogBooks. Solicitamos teu apoio na divulgação e na votação do Blog da Dilma. O voto só é válido depois da confirmação através do e-mail recebido por você. Precisamos da união de todos. Atenciosamente, Daniel Pearl e Jussara Seixas - editores
do blog.
Endereços para você votar: http://dilma13.blogspot.com/
ou http://www.blogbooks.com.br/categorias/politica/

A Singular Digital, em parceria com a HP, Grupo Ediouro e o Best Blogs Brazil, promove o primeiro Prêmio BlogBooks que transformará os melhores blogs do Brasil em livro. O BlogBooks terá a participação de 120 blogs, divididos em 12 categorias (humor, quadrinhos, entretenimento, artes e cultura, comunicação e negócios, universo feminino, universo masculino, sexo, gastronomia, religião, política e tecnologia). A lista dos concorrentes ao prêmio BlogBooks é formada por blogs que se destacaram na blogosfera brasileira entre 2008 e 2009. Para a seleção dos concorrentes tivemos o apoio do Best Blogs Brazil, site que premia os melhores blogs do país. A escolha das categorias concorrentes ao BlogBooks foi baseada em aspectos como a relevância e adaptabilidade editorial dos blogs participantes. Para votar, o internauta deve acessar o site www.blogbooks.com.br e escolher suas categorias prediletas. A
votação vai do dia 18 de agosto a 17 de setembro.Além do reconhecimento garantido como o blog mais querido Brasil, já que a escolha será feita pelo público, o Prêmio BlogBooks vai oferecer aos 12 vencedores de cadacategoria: Além do reconhecimento garantido como o blog mais querido Brasil, já que a escolha será feita pelo público, o Prêmio BlogBooks vai oferecer aos 12 vencedores de cada categoria:
.ISBN ? Registro oficial do livro na Biblioteca Nacional;
.Venda nas principais livrarias online do Brasil
.Divulgação na imprensa
.Royalty nas vendas
O blog mais votado na classificação geral na primeira edição do BlogBooks terá o lançamento oficial do seu livro na XIV Bienal do Livro, no dia 20 de setembro com a presença do publicitário Lula Vieira, diretor de marketing do grupo Ediouro e pré-venda no local do evento pela Loja Singular. Com o prêmio BlogBooks, a Singular Digital pretende aumentar o leque de seus serviços de impressão digital, e se transformar em uma referência para a blogosfera. Blogueiros não indicados ao prêmio também poderão transformar seus blogs em livro através do novo serviço que será lançado em breve. Com esta ação, a empresa quer mostrar que
está ligada ao novo nicho de mercado. BlogBooks, meu blog virou livro!
CONTATO: SKYPE: “daniel.pearl” - Daniel Bezerra - editor jornalístico.

Anônimo disse...

Diante do exposto so posso concluir que "a ignorancia é atrevida"!!!